Home Serviços Depoimentos Contato Clipping
Home
Serviços
Depoimentos
Contato
Clipping
Mais Clipping
Textos
Parceiros
Colaborações
Livro de Visitas
Leia mais em http://www.annak.com.br/category/consultoria/ 

Livre, leve e solta

Essa é a agradável sensação que os tecidos leves proporcionam. Leves, porém muito femininos! E tem coisa melhor que se sentir ultra feminina no verão?

As rendas, lese ou o algodão trabalhado fazem adorável parceria com aquele jeans basiquinho, uma saia floral, um cinto grosso! Também podem ser vistos acompanhados de pantalonas de linho ou shortinhos do mesmo.

Use maquiagem leve, de preferência bochechas coradas, que são a cara do verão!

Nos pés, vá de poderoso saltão ou sandalinhas mais confortáveis.

Os acessórios e apetrechos, vão desde o inseparável colar de pérolas, até pingentes e berloques com temas bucólicos, como flores e pássaros.

Se optar por tons neutros na blusa, dê o toque de cor, com tons de tangerina, ou caju em cintos ou bolsinhas pequenas.

O principal de tudo isso é sentir-se bem! Por isso, escolha somente itens que tenham a ver com você, seu estilo, seu biótipo, seu estado de espírito!



Sombra rosa, vestido rosa, batom rosa!

Parece fácil né? Escolher a maquiagem pura e simplesmente pela cor da roupa.
Mas afinal, a maquiagem deve combinar com o que?

Minha resposta: com o seu rosto em primeiro lugar e é óbvio, com a ocasião.
Seu rosto: Afinal você vai querer destacar seus pontos fortes e disfarçar os pontos fracos. Olheiras, bolsas, linhas de expressão, olhos pequenos...tantos detalhes a considerar antes de abrir a paleta de sombras e optar pelo violeta, só pra combinar com o vestido roxo.

Sua idade conta muito, antes de carregar demais o olhar, com base e quilos de pó. Produtos de texturas mais leves causam um impacto incrível e natural, garantindo o famoso viço!

Ah, e é claro, qualquer ocasião pede cuidados básicos como um sérum para os olhos, proteção solar, e no mínimo uma máscara/ rímel leve, e um hidratante para os lábios, com ou sem cor.
Se você tem olheiras, eleja seu corretivo ideal e não saia de casa sem ele.

Outra boa escolha a ser feita é o seu make de arrasar! Aquele que vai te deixar gloriosa em qualquer evento noturno, independente do vestido que você for usar. Mas, lembre-se, é o seu make ideal, que valoriza seus olhos, sua boca, suas maçãs. Não é necessariamente o mesmo da sua amiga, muito menos das modelos da semana de moda de NY.
E muito cuidado com o batom cor de boca. Cada mulher tem seu tom de boca!



Acessório contra. Acessório a favor.

Tantas opções estão à disposição da mulherada, que a escolha parece muito complicada! Colar ou gargantilha? Brinquinho ou brincão? Pulseiras ou braceletes?
Depende pra onde você quer que olhem!

Se você tem ombros largos e seios grandes, por exemplo, e usar um maxi colar de esferas gigantes, pra onde todos vão olhar?
Além disso, bolsas imensas, penduradas nos ombros, atraem a atenção para os membros superiores. Então minha dica neste caso é: distribua as atenções. Use uma gargantilha delicada e um sapato incrível e opte por uma bolsa com alças de mão.

O inverso também funciona. Se você tem quadril largo, porém ombros estreitos e pouco seio, pode carregar mais na região do colo, usando colares superpoderosos.
Para quem tem pouca cintura, os cintos são fortes aliados para atrair o olhar para a região menos favorecida! Pescoço longo tem espaço de sobra para brincão, lenços e amarrações. Pescoço curto “odeia” gola rolê e cachecol grosso! A parte mais fina dos braços é a região do punho. Escondê-la com pulseiras e braceletes, pode ser um erro fatal para quem tem braço gordinho.

O truque é simples: use acessórios atrativos para atrair atenção para regiões que você quer mostrar e não para as que você quer esconder.



Superpromoções superlotam os armários com itens desnecessários!

Além da temida compra por impulso, o "fenômemo" liquidação, pode ser um grande vilão de qualquer guarda roupa.

A dica é, antes de sair para as compras na temporada de descontos, tenha bem em mente o que você realmente precisa. Para maior segurança, faça uma lista com aquelas peças, que vez por outra, você percebe que não tem, mas que são extremamente necessárias, por exemplo: sapato preto, bolsa preta básica, camisa branca, meia calça preta... Ok! Se você já tem o básico, o que pode estar faltando em seu closet, são as peças coloridas: bolsa vermelha, maxi colar, sapato azul marinho, pulseiras, etc.

Cuidado com aquelas peças super complicadas, que na loja "super funcionam", mas em casa são bem difíceis de vestir.
Outro engano é o fator iluminação. Isso quer dizer que na loja você veste e fica com cara de diva, em casa o efeito é o outro.

Os tamanhos também enganam. Se você usa 40 e só tem 44, não caia na ilusão de que é só mandar ajustar. Só compre se ficar perfeito! Fazer ajustes nem sempre compensam, ou o que é pior, podem deformar o modelo original.
Segura dos perigos? Pode ir então...

Se você estiver antenada nas tendências, evitará comprar itens que pouco farão sucesso na próxima estação.
Faça um investimento certo e perceberá que seu guarda roupa ficará cheio, mas não de peças encalhadas e sim de itens incríveis que te valorizam e despertam elogios!



A tiracolo

O tamanho de bolsa ideal é diretamente proporcional à sua necessidade.
É justamente por isso que toda mulher deve ter no guarda roupa, bolsas menores do tipo clutch, carteira ou capanga… para ocasiões em que sua única necessidade vai ser, retocar o batom!

Já para o dia a dia, tudo depende da quantidade de coisas que você precisa levar. Se para trabalhar você leva todo dia o notebook, tenha uma bolsa específica para ele. Se você vai do escritório direto para o spinning, vai precisar de espaço suficiente para o tênis, meias, legging, etc. Os modelos esportivos tem passe livre nas academias!

O que não vale é carregar uma bolsa imensa todos os dias, daquelas que acabam com a postura, sem necessidade.
O inverso também não fica bem: lotar uma bolsa tamanho PP com mil coisas. Acerte no tamanho e é claro, troque de bolsa sempre… Usar a mesma bolsa todo dia, só porque ela cabe tudo, pode destruir qualquer look! Harmonizar é importantíssimo!



Meia pra que?

Todo ano é a mesma coisa, o outono chega e as lojas especializadas trazem uma gama incrível e tentadora de meias.
Coloridas, rendadas, fio 15, 40, 70...

As mais consumistas, rapidamente abastecem seus armários. As mais comedidas, se aventuram num modelo preto rendado. Mas afinal, qual é a melhor pedida?
Antes de comprar qualquer novidade, verifique se você já tem o básico: uma meia calça fio 40 opaca preta, em perfeito estado de conservação! Sim, esse modelo é atemporal e acompanha muito bem looks para o dia, bem como para a noite.

A meia fina, fio 15, por exemplo já é mais esperada em ocasiões formais como casamentos e coquetéis. E as mais grossas? Essas, deixe para os dias mais gelados, pois a grande funcionalidade das meias é aquecer.

Vale lembrar que quem tem pernas muito grossas, deve optar por fios mais grossos também. Além disso, deve evitar o tipo “canelada”. Os modelos rendados, aparecem mais em looks mais neutros e sapatos mais clássicos como o scarpin, por exemplo. Essa regra, vale também para as do tipo xadrez, listradas, estampadas e todas as que tiverem muita informação. As coloridas demandam pitadas de ousadia e criatividade, mas sem perder o bom gosto!

Evite meia calça com calça comprida! Se estiver muito frio mesmo, use botas! Não caia no erro de tentar disfarçar a cor de suas pernas, que não veem sol há algum tempo, usando um tom fumê. E só use meias cor da pele se você sofrer de graves problemas circulatórios.



Comprar por comprar

Quais os maiores problemas que encontro quando visito o guarda roupa dos meus clientes? Vou contar pra vocês: O primeiro deles é a Compra por Impulso. Isso mesmo! É aquela história, "não preciso, não me cai bem, nem sei por que comprei". E eu insisto "Por que comprou?". E sabe o que eu escuto? "Ah, tava precisando gastar", "tava na liquidação", "tá na moda"... Ok, sou mulher e entendo! Tem a TPM e tal...

Mas vou dar uma dica. Quando bater esse rompante de consumo, compre um objeto pra casa, um esmalte e porque não um livro! Deixe pra comprar roupa ou sapato após aquela arrumada no armário. Faça um levantamento das suas reais necessidades, para que seu closet não fique repleto de casacos, mas sem nenhuma calça preta reta. Ou cheio de bolsas de todos os tamanhos, mas nenhum sapato confortável.

Para comprar o básico, ou os itens curinga, evite a tentadora época das liquidações. Nessa fase de preços lá no chão, provavelmente você só vai encontrar o que "não precisa". O segundo maior problema que encontro? Esse eu conto depois...


Site Map